Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2018 > 03 > Conselhão recebe novos temas para grupos de trabalho

Notícias

Conselhão recebe novos temas para grupos de trabalho

“Revolução digital”, “pacto federativo” e “profissões do futuro” serão debatidos entre os conselheiros

publicado: 22/03/2018 09h50 última modificação: 23/03/2018 12h21
Romério Cunha/CC

Neste ano, os integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) terão o desafio de apresentar ao presidente da República Michel Temer recomendações para o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de políticas públicas relacionadas à chamada “nova revolução digital”, ao federalismo brasileiro e também aos requisitos profissionais que serão exigidos para os próximos anos.

Em meio à apresentação dos principais resultados dos grupos de trabalhos anteriores, os temas escolhidos pelo governo foram apresentados pela secretária do Conselhão, Patricia Audi, durante a 47ª reunião plenária do colegiado.

Novos Temas – a “revolução digital” sugere a importância de ampliar a percepção estratégica dos conselheiros sobre as prioridades, riscos e oportunidades advindos da Revolução 4.0. Será importante também mapear as iniciativas de políticas públicas relativas à revolução digital e temas afins existentes, bem como indicar medidas para monitorar e aprimorar as políticas públicas de transformação digital. Finalmente, o grupo contribuirá para qualificar o debate público, criando a convergência necessária para aprimoramento das políticas e ações.

Os conselheiros que participarem do grupo de trabalho sobre pacto federativo discutirão as atuais competências estabelecidas para a União, Estados e Municípios, seus pontos fortes e suas fragilidades. Também serão objeto de análise as normas de distribuição da receita tributária e o impacto do número de municípios existentes na fiscalização e controle da aplicação dos recursos públicos.

No grupo de profissões do futuro, espera-se debater as mudanças nos modelos de negócio e suas repercussões sobre o mercado de trabalho e as novas habilidades para que os profissionais estejam aptos a contribuir na nova realidade tecnológica.